Tags

, , , , , , , , , , , , ,

Dando continuidade ao tema “abertura de séries”, passamos à década de 1970. Neste período predominou a abertura com música tema e cenas do seriado, mas tivemos alguns bons exemplos criativos.

As séries não estão listadas por ordem de preferência e sua presença nesta lista é baseada somente em sua abertura, não ao enredo ou qualquer outro critério. Como a lista anterior, segue o meu gosto pessoal, portanto se sua abertura preferida não está aqui você tem duas opções: conforme-se ou mencione nos comentários. Divirtam-se:

1.  Buck Rogers no Século XXV  (Buck Rogers in the 25th Century)

A série passou no finalzinho da década de 70 (1979-80), tendo apenas duas temporadas. Contava a história do astronauta Buck Rogers, que é acidentalmente congelado durante uma missão espacial em 1987, acordando apenas no século 25. Ele tinha um companheiro de aventuras bem divertido, o robô Twiki (biri biri biri – este barulhinho era meio irritante).  Sua abertura tem uma mistura interessante dos elementos em moda na época: narração, cenas do seriado e música tema dramática. Mas, confesso, o que o faz estar aqui é o recurso utilizado para destacar a passagem dos séculos, gosto do resultado até porque me lembra um antigo disco de vinil:

2.   Homem de Seis Milhões de Dólares (The Six Million Dollar Man)

Produzida de 1974 a 1978, contava a história do Coronel Steve Austin, um astronauta que após um acidente fica praticamente morto e é reconstruído artificialmente, tornando-se o primeiro homem biônico do mundo. Na abertura víamos o acidente de Steve, seguindo sua dramática conversa com a base pelo rádio, e na seqüência temos o recurso da narração, mas feita por um dos personagens Oscar Goldmar, o amigo e chefe de Steve, enquanto acompanhamos as mudanças feitas no corpo do Coronel que o tornarão biônico:

3.  S.W.A.T. (S.W.A.T)

Uma das diversas séries policiais que reinaram  na década de 70, teve 37 episódios e durou de 1975 a 1976. Não faz muito tempo, foi feito um filme com base no seriado, mas que passou longe do sucesso feito na telinha na minha singela opinião. A série mostrava a rotina de um esquadrão especial da policia de Los Angeles que agia nas situações mais criticas. Por que ela está aqui? Simples, é o melhor exemplo de abertura utilizada nas séries policiais: música marcante (até hoje lembro dela) e cenas ágeis do seriado. O diferencial dela: o alarme soando no início, barulhinho irritante que anunciava que S.W.A.T. iria começar.

 

4. Havaí 5.0 (Hawaii Five-0)

Na verdade, esta série começou em 1968, porém durou toda a década de 70 e foi uma marca da década, assim optei por colocá-la nesta lista. Foram 12 temporadas (de 1968 a 1980), num total de 279 episódios. Atualmente, passa um remake dela que tem agradado bastante aos fãs (eu, pelo menos) e que mantém os elementos da abertura original: cenas da ilha e a música. Aliás, as cenas utilizadas na abertura são praticamente as mesmas e a música é bem chiclete:

5. A Família Dó-Ré-Mi (The Partridge Family)

Esta série, essencialmente musical (nossa, queria a trilha musical dela em mp3), durou quatro temporadas (de 1970 a 1974), num total de 96 episódios. Mostrava a rotina de uma família de músicos, seus dilemas e confusões, sempre num tom de comédia. A abertura ainda tem um ar da década de 60, o estilo que gosto: desenho criativo. Acho a abertura desta série inesquecível e cativante: